17 de ago de 2010

Rosário com Santa Clara de Assis


 

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!


Pelo Rosário, meditamos e contemplamos os mistérios de nosso Senhor Jesus Cristo, a quem seguimos em nossa vocação clariana e franciscana! Ao contemplar a pessoa de Jesus Cristo através dos mistérios do Santo Rosário, recebemos a sua luz humana e divina para nossa jornada mística, e experimentamos o amor terno e generoso do Pai das misericórdias, na luz envolvente do Santo Espírito, sendo transformadas inteiramente pela contemplação, na imagem da divindade, e transfiguradas pela luz dos mistérios de Jesus Cristo!
Creio em Deus Pai, todo-poderoso...
Pai nosso, que estais no céu...
Ave Maria, Filha do Pai eterno, cheia de graça, o Senhor é convosco...
Ave Maria, Mãe do Divino Filho, cheia de graça, o Senhor é convosco...
Ave Maria, Esposa do Espírito Santo, cheia de graça, o Senhor é convosco...
Glória ao Pai...
Mistérios Gozosos (segunda-feira e sábado)

Na vida de Santa Clara de Assis, a contemplação do mistério da Encarnação do Filho de Deus aprofunda o sentido da pobreza e do aniquilamento, na realidade da anunciação, do nascimento e da infância de Jesus.
“Prenda-se àquela dulcíssima Mãe, que gerou tal Filho, que os céus não podiam conter, mas que ela recolheu no pequeno claustro do seu santo seio e carregou no seu regaço de menina.” (3CtIn 18-19)
“Preste atenção no princípio deste espelho: a pobreza daquele que, envolto em panos, foi posto no presépio! Admirável humildade! Estupenda pobreza! O Rei dos anjos repousa numa manjedoura.” (4CtIn 19-21)

1) No primeiro mistério gozoso contemplamos a anunciação do anjo à Virgem Maria. “O anjo Gabriel foi enviado por Deus para uma cidade da Galiléia chamada Nazaré, a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José, e o nome da virgem era Maria. Entrando, disse-lhe o anjo: ‘Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo. Conceberás em teu seio e dará à luz um Filho e lhe darás o nome de Jesus, e será chamado Filho do Altíssimo!’ “ (cf. Lc 1,26-38)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios gozosos do Filho de Deus, intercede por nós!

2) No segundo mistério gozoso contemplamos a visita de Maria a sua prima Isabel. “Naqueles dias, Maria se pôs a caminho, e foi apressadamente às montanhas, para uma cidade de Judá. Entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel.” (cf. Lc 1,39-56)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios gozosos do Filho de Deus, intercede por nós!

3) No terceiro mistério gozoso contemplamos o nascimento de Jesus em Belém. “Estando em Belém Maria e José, completaram-se os dias para o parto, e ela deu à luz o seu filho primogênito. Envolveu-o em panos e o deitou numa manjedoura.” (Cf. Lc 2,1-15)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios gozosos do Filho de Deus, intercede por nós!

4) No quarto mistério gozoso contemplamos a apresentação de Jesus no templo. “terminados os dias da purificação, segundo a lei de Moisés, os pais de Jesus levaram-no a Jerusalém, a fim de apresentá-lo ao Senhor, e ofereceram em sacrifício um par de rolas e dois pombinhos.” (Cf. Lc 2,22-35)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios gozosos do Filho de Deus, intercede por nós!

5) No quinto mistério gozoso contemplamos o encontro de Jesus no templo. “Todos os anos na festa da Páscoa, os pais de Jesus iam a Jerusalém. Quando ele completou doze anos, subiram a Jerusalém e, quando voltaram, o Menino ficou na cidade, sem que os pais percebessem. Depois de três dias o encontraram no templo sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os. Todos os que o ouviam, maravilhavam-se de sua inteligência e de suas respostas.” (Cf. Lc 2,41-52)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios gozosos do Filho de Deus, intercede por nós!
Saudação à Mãe de Deus:
Salve, ó Senhora Santa, Rainha Santíssima, Mãe de Deus, ó Maria, que sois virgem perpétua, eleita pelo santíssimo Pai celestial, que vos consagrou pelo seu santíssimo e dileto Filho e o Espírito Santo Paráclito! Em vós residiu e reside toda a plenitude da graça e todo o bem! Santa Virgem Maria, não há mulher nascida no mundo semelhante a vós, Filha e serva do altíssimo Rei e Pai celestial, Mãe de nosso santíssimo senhor Jesus Cristo, Esposa do Espírito Santo!

V. Rogai por nós, gloriosa virgem Santa Maria, Mãe de Deus!
R. Para que sejamos dignas das promessas de nosso senhor Jesus Cristo!

Oremos:
Derramai, ó Deus, a vossa graça em nossos corações, para que, contemplando os mistérios de vosso Filho divino, possamos, com a Santa Virgem Maria, sua gloriosa Mãe, e Santa Clara, sua discípula e seguidora, reconhecer a imensidade de vossa generosidade e misericórdia. Pelo mesmo Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo!
Mistérios Luminosos (Quinta-feira)

Na vida de Santa Clara de Assis, a contemplação do mistério luminoso do anúncio do Reino, foi o que guiou e fortaleceu a experiência de seguimento de Jesus Cristo.
“No meio deste espelho, considere a humildade, ou pelo menos a bem-aventurada pobreza, as fadigas sem conta e as penas que suportou pela redenção do gênero humano.” (4CtIn 22)
1) No primeiro mistério luminoso contemplamos o batismo de Jesus no Jordão.
 “Da Galiléia veio Jesus ter com João para ser batizado por ele. Depois de batizado, Jesus saiu da água e eis que se abriram os céus, e o Espírito de Deus, como uma pomba, pousou sobre ele. E a voz do Pai dizia: “Este é meu Filho amado, em quem ponho a minha complacência!” (Cf. Mt 3,13-17)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios luminosos do Filho de Deus, intercede por nós!

2) No segundo mistério luminoso contemplamos a revelação de Jesus nas bodas de Caná.
 “Houve bodas em Caná da Galiléia e estava presente a mãe de Jesus. Também fora convidado Jesus com seus discípulos. Jesus transformou a água em vinho e este foi o primeiro sinal manifestando a sua glória.” (Cf. Jo 2,1-11)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios luminosos do Filho de Deus, intercede por nós!

3) No terceiro mistério luminoso contemplamos o anúncio do Reino de Deus.
 “Pregava Jesus o Evangelho de Deus dizendo: ‘Completaram-se os tempos, está próximo o Reino de Deus, convertei-vos e crede no Evangelho!’ “ (Cf. Mc 1,15)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios luminosos do Filho de Deus, intercede por nós!

4) No quarto mistério luminoso contemplamos a transfiguração de Jesus.
 “Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João e os levou a sós para um monte alto e afastado, transfigurando-se diante deles.” (Cf. Mc 9,2-8)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios luminosos do Filho de Deus, intercede por nós!

5) No quinto mistério luminoso contemplamos a instituição da Eucaristia.
 “O Senhor Jesus, na noite em que foi emtregue,tomou o pão e, depois de dar graças, partiu-o e disse: ‘Isto é meu corpo, que é dado por vós! Fazei isto em memória de mim!’ Do mesmo modo, depois de cear, tomou o cálice dizendo: ‘Este cálice é o Novo Testamento no meu sangue; todas as vezes que o beberdes, fazei isto em memória de mim!’ “  (Cf. 1Co 11,23-25)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios luminosos do Filho de Deus, intercede por nós!

Saudação à Mãe de Deus:
Salve, ó Senhora Santa, Rainha Santíssima, Mãe de Deus, ó Maria, que sois virgem perpétua, eleita pelo santíssimo Pai celestial, que vos consagrou pelo seu santíssimo e dileto Filho e o Espírito Santo Paráclito! Em vós residiu e reside toda a plenitude da graça e todo o bem! Santa Virgem Maria, não há mulher nascida no mundo semelhante a vós, Filha e serva do altíssimo Rei e Pai celestial, Mãe de nosso santíssimo senhor Jesus Cristo, Esposa do Espírito Santo!

V. Rogai por nós, gloriosa virgem Santa Maria, Mãe de Deus!
R. Para que sejamos dignas das promessas de nosso senhor Jesus Cristo!

Oremos:
Derramai, ó Deus, a vossa graça em nossos corações, para que, contemplando os mistérios de vosso Filho divino, possamos, com a Santa Virgem Maria, sua gloriosa Mãe, e Santa Clara, sua discípula e seguidora, reconhecer a imensidade de vossa generosidade e misericórdia. Pelo mesmo Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo!
Mistérios dolorosos (terça-feira e sexta-feira)

Na vida de Santa Clara de Assis, a contemplação do mistério da Paixão e Morte de Jesus Cristo possui um aspecto místico de participação no mistério pascal do Senhor. Ela se deixa imergir na sua dor e morte, para ressurgir e reinar com o Esposo na glória celeste.
“No fim do espelho, contemple a caridade inefável com que Jesus quis padecer no lenho da cruz e nela morrer a morte mais vergonhosa.” (4CtIn 23)
“Veja como por você Jesus se fez desprezível e o siga, sendo desprezível por ele neste mundo. Contemple o seu esposo, o mais belo entre o filho dos homens, feito por sua salvação o mais vil de todos, desprezado, ferido e tão flagelado em todo o corpo, morrendo no meio das angústias da cruz. Se você sofrer com ele, com ele vai reinar; se chorar com ele, com ele vai se alegrar; se morrer com ele na cruz da tribulação, vai ter com ele mansão celeste nos esplendores dos santos.” (CtIn 220-21)

1) No primeiro mistério doloroso contemplamos a agonia de Jesus no Monte das Oliveiras. “Então Jesus se retirou com os discípulos para um lugar chamado Getsêmani. Pôs-se a rezar e começou a ficar triste e a angustiar-se.” (Cf. Mt 26,36-56)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios dolorosos do Filho de Deus, intercede por nós!

2) No segundo mistério doloroso contemplamos a flagelação de Jesus. “ (Cf. Mt 15,16-20)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios dolorosos do Filho de Deus, intercede por nós!

3) No terceiro mistério doloroso contemplamos a coroação de espinhos de Jesus. “Os soldados conduziram Jesus para dentro do pátio e o coroaram com uma coroa tecida de espinhos.” (Cf. Mc 15,16-20)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios dolorosos do Filho de Deus, intercede por nós!

4) No quarto mistério doloroso contemplamos Jesus a caminho do Calvário. “Conduziram Jesus para fora de Jerusalém a fim de o crucificarem. Requisitam um transeunte, um tal Simão de Cirene,  para lhe carregar a cruz. Levaram Jesus a um lugar chamado Gólgota, que quer dizer lugar da Caveira.” (Cf. Mc 15,20-22)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios dolorosos do Filho de Deus, intercede por nós!
5) No quinto mistério doloroso contemplamos a morte de Jesus na cruz. “ No Calvário crucificam a Jesus. Era quase meio-dia quando as trevas cobriram toda a região até às três da tarde.Exclamando em voz alta, disse Jesus: ‘Pai, em tuas mãos, entrego o meu espírito!’ “ (Cf. Lc 23,33-46)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios dolorosos do Filho de Deus, intercede por nós!

Saudação à Mãe de Deus:
Salve, ó Senhora Santa, Rainha Santíssima, Mãe de Deus, ó Maria, que sois virgem perpétua, eleita pelo santíssimo Pai celestial, que vos consagrou pelo seu santíssimo e dileto Filho e o Espírito Santo Paráclito! Em vós residiu e reside toda a plenitude da graça e todo o bem! Santa Virgem Maria, não há mulher nascida no mundo semelhante a vós, Filha e serva do altíssimo Rei e Pai celestial, Mãe de nosso santíssimo senhor Jesus Cristo, Esposa do Espírito Santo!

V. Rogai por nós, gloriosa virgem Santa Maria, Mãe de Deus!
R. Para que sejamos dignas das promessas de nosso senhor Jesus Cristo!

Oremos:
Derramai, ó Deus, a vossa graça em nossos corações, para que, contemplando os mistérios de vosso Filho divino, possamos, com a Santa Virgem Maria, sua gloriosa Mãe, e Santa Clara, sua discípula e seguidora, reconhecer a imensidade de vossa generosidade e misericórdia. Pelo mesmo Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo!
Mistérios gloriosos (Quarta-feira e domingo)

Na vida de Santa Clara de Assis, a contemplação do mistério da glória do Filho de Deus atrai o seu coração apaixonado pelo Esposo celeste, o Cordeiro Imaculado, o Rei da glória! A visão da glória ilumina o seu êxodo pascal, o seu trânsito, e expressa com estas palavras o êxtase da presença vivificante do ressuscitado: “Vês o Rei da glória, que eu vejo?” (LSC 46; ProcC 4,19)
“Contemplando as indizíveis delícias, riquezas e honras perpétuas, proclame: Arrasta-me após ti!” (4CtIn 28-30)
“Desejo que possa cantar o cântico novo diante do trono de Deus e do Cordeiro, juntamente com as outras santas virgens, e seguir o Cordeiro onde quer que ele vá. Ele é o esplendor da glória eterna, o brilho da luz perpétua e o espelho sem mancha.” (4CtIn 3,14)
“Adeus, a você e suas filhas, até o trono de glória do grande Deus!” (4CtIn 39)

1) No primeiro mistério glorioso contemplamos a ressurreição de Jesus. “No primeiro dia da semana, as mulheres foram ao túmido para ungir o corpo de Jesus, levando aromas que haviam preparado. Encontraram removida a pedra do sepulcro e, entrando, não encontram o corpo de Jesus. Dois homens vestidos de branco apareceram-lhes  dizendo: “Jesus não está aqui! Ressuscitou! Lembrem-se daquilo que ele lhes disse. Que ressuscitaria no terceiro dia!” (Cf. Lc 24,1-12)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios gloriosos do Filho de Deus, intercede por nós!

2) No segundo mistério glorioso contemplamos a ascensão de Jesus. “Jesus elevou-se à vista dos discípulos e uma nuvem o ocultou a seus olhos.” (Cf. At 1,6-11)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios gloriosos do Filho de Deus, intercede por nós!

3) No terceiro mistério glorioso contemplamos a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos. “Chegando o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos. Veio do céu um ruído, como um vento impetuoso, que encheu toda casa. E viram uma espécie de línguas de fogo, que se repartiam, indo pousar sobre eles.”(Cf.At 2,1-4)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios gloriosos do Filho de Deus, intercede por nós!

4) No quarto mistério glorioso contemplamos a assunção de Maria. “Apareceu no céu um grande sinal: uma mulher vestida de sol, com a lua debaixo dos pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas. (Ap 12,1-18)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios gloriosos do Filho de Deus, intercede por nós!

5) No quinto mistério  glorioso contemplamos a coroação de Maria como Rainha do céu e da terra. “ Minha alma engrandece o Senhor e rejubila o meu espírito em Deus, meu Salvador. Fez em mim grandes coisas o Poderoso, santo é seu nome! (Cf. Lc 1,46-55; Ap 12,1-18)
Pai-nosso, dez Ave-marias e Glória.
Santa Clara, em tua silenciosa contemplação dos mistérios gloriosos do Filho de Deus, intercede por nós!

Saudação à Mãe de Deus:
Salve, ó Senhora Santa, Rainha Santíssima, Mãe de Deus, ó Maria, que sois virgem perpétua, eleita pelo santíssimo Pai celestial, que vos consagrou pelo seu santíssimo e dileto Filho e o Espírito Santo Paráclito! Em vós residiu e reside toda a plenitude da graça e todo o bem! Santa Virgem Maria, não há mulher nascida no mundo semelhante a vós, Filha e serva do altíssimo Rei e Pai celestial, Mãe de nosso santíssimo senhor Jesus Cristo, Esposa do Espírito Santo!

V. Rogai por nós, gloriosa virgem Santa Maria, Mãe de Deus!
R. Para que sejamos dignas das promessas de nosso senhor Jesus Cristo!

Oremos:
Derramai, ó Deus, a vossa graça em nossos corações, para que, contemplando os mistérios de vosso Filho divino, possamos, com a Santa Virgem Maria, sua gloriosa Mãe, e Santa Clara, sua discípula e seguidora, reconhecer a imensidade de vossa generosidade e misericórdia. Pelo mesmo Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário